sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

TRANSTORNO DO ORGASMO FEMININO (ANORGASMIA)

Olá, hoje vou escrever especificamente para você mulher, você que muitas vezes acaba esquecendo de si em prol do marido, dos filhos, dos afazeres, se abandona tanto que nem se importa em não mais sentir prazer, ou até mesmo nunca se permitiu a isso. Hoje falo sobre a dificuldade da mulher em chegar ou ter orgasmos...

ANORGASMIA = É a falta de sensação de orgasmo na relação sexual. É uma disfunção sexual que mais chega aos consultórios médicos e psicoterápicos.

Atinge, mesmo no novo milênio com toda a emancipação sexual da mulher, 07 a cada 10 mulheres.

A grande maioria das mulheres ainda finge ao seu parceiro, ter orgasmo.

Ao identificar a falta de prazer, vc mulher, deve procurar o médico de sua confiança para verificar causas orgânicas para sua sintomatologia.

Caso persistam os sintomas o único caminho a se tomar é procurar o auxilio psicoterápico, pois esse problema pode estar associado a fatores psicológicos como:

Problemas no relacionamento
Alimentar crenças falsas acerca da sexualidade;
Deficiência feminina em assumir o papel erótico;
Desinformação feminina acerca do que é orgasmo e as formas de alcançá-lo com o parceiro;
Medo de engravidar;
Conflitos a respeito da sexualidade;
Associação de sexo com pecado;
Ter sido criada em família muito repressora;
Falta de conhecimento do próprio corpo;
Estresse cotidiano;
Rotina do relacionamento;
Abuso sexual na infância;
Traumas sexuais;
Histórico de relação dolorosa;

A falta de orgasmo – a anorgasmia, pode trazer como conseqüência:

Diminuição da auto estima;
Sensação de violência contra si;
Inibição do desejo sexual e fuga do relacionamento sexual;
Poderá haver distanciamento entre os parceiros (física e emocionalmente)
Casos de infidelidade;
Há ainda a possibilidade de o parceiro alimentar crenças que ela esteja perdendo o interesse por ele devido a estar tendo relação extra conjugal;troca,

Sexo acaba sendo uma moeda de troca, uma forma de agradar ao homem e de se preservar.

Mas eu questiono, e você mulher, aonde fica nessa historia?

SE VOCÊ SE IDENTIFICOU NÃO SINTA VERGONHA NEM PENA DE VOCÊ
NÃO HESITE EM BUSCAR AJUDA
AFINAL VOCÊ MERECE!!


A psicoterapia com uso de técnicas de condicionamento mental (Hipnose Condicionativa), poderá ser uma ótima opção de tratamento.
O uso da hipnoterapia é feito para acelerar o processo de terapia e encurtar o tempo de tratamento. O tempo varia de acordo com a pessoa e o problema, de uma sessão a alguns meses de trabalho.



JOSELAINE GARCIA
PSICÓLOGA – HIPNÓLOGA
Especialista em Docência Universitária
CRP 07/18433
Credenciada ao Instituto Brasileiro de Hipnologia
Membro da Sociedade Ibero-Americana de Hipnose Condicionativa