segunda-feira, 1 de agosto de 2011

RASGUE TODOS OS RÓTULOS!!!



Na infância precisamos ser reconhecidos e valorizados, caso isso não ocorra poderemos atingir a vida adulta e nos transformamos em pessoas co-dependentes, Somos condicionado a aceitação dos outros.  Tombamos na emboscada de pensar: “sem você eu não vivo”.

Viver com dúvida, com medo, desmotivado é o saldo de uma existência sem sonhos, sem planos nem metas.

Pessoas inseguras sentem que os anos estão passando e que a vida lhes escapa por entre os dedos. 

Todos trazem uma imagem de si, e essa imagem configura o que chamamos de autoestima, que poderá ser positiva ou negativa conforme a maneira como nos percebermos, nos olharmos e nos descrevermos.

Para começar a mudar a forma de ver, comece ignorando todos os comentários negativos que você ouviu sobre si desde a infância, difícil??? Quem disse que seria fácil, mas é uma questão de prioridade, hoje a prioridade é você, comece mudando seu pensamento. 

Ninguém é nada.  As pessoas não são, elas apenas se comportam.  Você pode ter se comportado de maneira indevida uma ou outra vez, mas você é muito mais do que aquele comportamento.  Não se rotule.  Rasgue todos os rótulos negativos que estão grudados em você.  Reinvente-se.  Você não é o que é;  você é quem você pensa que é.  E, este pensamento sobre si mesma você pode mudar a qualquer momento.  Sempre somos livres para pensarmos o que quisermos.  Você é, e todos somos, livres para sairmos de onde estamos e chegar aonde quisermos.

Dependendo do seu grau de insegurança e de ansiedade, se está limitando a sua vida e trazendo perda na qualidade de vida minha recomendação é: Procure também um profissional da área (psicólogo), que ajudará a remover as causas da sua ansiedade e também de sua falta de autoestima. 

Há obrigatoriamente uma escolha em tudo o que faz, por isso, tenha em mente que, no final, a escolha que você faz, é o que faz você.

Joselaine de Fátima G. Garcia

Psicóloga, CRP07/18433