segunda-feira, 26 de setembro de 2011

IRRITABILIDADE...

A irritação aparece como um mecanismo sintomático de manifestação de que alguma coisa está errada.

A raiva e a irritabilidade acontecem quando não sabemos lidar  frustrações, perdas, dor, egoísmo, mágoa, ameaças com o acúmulo do estresse, pensamentos distorcidos, perfeccionismo, etc.

A raiva é proveitosa quando acontece em ocasiões raras e quando ela nos ajuda a lidar com as situações, no entanto ela se torna um problema quando ocorre com freqüência, é intensa, demora para passar, ocorre em situações impróprias e leva à agressão física ou verbal.

Nestes casos, recomendo você buscar ajuda de um profissional, escolha um da sua confiança, que te faça sentir acolhida e não tenha medo, pois a terapia é qualidade de vida, você vai aprender a lidar com suas emoções.
Joselaine Garcia
Psicóloga
CRP07/18433

Um comentário:

  1. Olá Drª Joselaine, estava pesquisando sobre irritabilidade agora e te encontrei. Estou aqui na net chorando porq mais uma vez não tive paciência com minha mãe. Tenho estresses, sintomas depressivos, tensão nervosa, devido ao convivio com ela, tenho 43 anos, solteira, nunca saí de casa para viver em outro lugar, nem gostaria, deveria né?! Acho que criei uma autodefesa muito forte contra ela, tenho TPM forte tbm, mas reconheço a minha falta de paciência constante com minha mãe e as vezes, por pouco. Eu a considero inimiga das minhas emoções e sonhos. Ela é opressora,sempre me depreciou com palavras muito fortes, como inútil, vc não serve pra nada, seu futuro vai ser...Ela é mandona demais, tudo tem q ser do jeito dela, nada que faço tá bom, parece que só sirvo pra dar dinheiro e ajudar nas tarefas em casa, se não fizer o que ela quer, Deus me livre!Nãohá diálogo, játentei conversar com ela, porém fala alto e excessivamente , diz que eu reclamo de barriga cheia. Longe dela sou tão eficiênte nas coisas q faço, sei que sou uma mulher cheia de talentos profissionais, prendada, mas ainda vivo na mediocridade dessa prisão. Não sei bem explicar, mas sei que hoje, eu colho problemas emocionais bem fortes desse conviveo e acredito que tudo não vai de mal a pior porq sou uma mulher que busca a presença de Deus em oração, leituras bíblicas, livros de autoajuda,luto contra a derrota e tenho esperança na solução, na cura de tudo isso. É muito difícil desenhar a minha mãe, acho que preciso de uma câmera dentro de casa pra alguém entender melhor. Sei tbm que ela reconhece muita coisa e tenta mudar, por isso, as vezes tenho um refrigério. Mas a minha maior preocupação é com o que sou, ficar olhando para os erros dela e acusando é fácil. Choro porq não me sinto bem a maltratando. Preciso ser alguém melhor pra ela, preciso amá-la de verdade, creioser isso do que ela precisa, mas não consigo fazer o que tenho que fazer. Perdão, acho que só estava precisando desabafar, mas se a senhora não se importar em me responder, gostaria de saber se o que tenho é mágoa. Amada, um abraço e saiba que só em poder escrever aqui, já me ajudou. Obrigada ♥

    ResponderExcluir

Todos os direitos reservados. Proibida reprodução total ou parcial sem autorização.