segunda-feira, 25 de abril de 2016

ADOLESCÊNCIA: IDADE DA SOLIDÃO


A ADOLESCÊNCIA é um MOMENTO de PROFUNDAS TRANSFORMAÇÕES. A psicanálise define essa fase como sendo a relação do jovem com o luto, que é o momento em que o mesmo tem um desligamento com os seus pais, NA ADOLESCÊNCIA O JOVEM SE PROJETA FORA DA FAMÍLIA, dando-se assim um extremo rompimento com a fantasia infantil.

O ADOLESCENTE, na grande maioria das vezes, É UMA PESSOA EM CRISE, no momento em que está desestruturando e reestruturando tanto seu mundo interior como suas relações com o mundo exterior, nesse processo é importante o acompanhamento de um psicólogo, pois É MUITO DIFÍCIL PARA UM JOVEM ATRAVESSAR A ADOLESCÊNCIA SEM DEIXAR QUE A SOLIDÃO IMPREGNE PROFUNDAS MARCAS EM SEU PSÍQUICO, contribuindo negativamente na construção do seu caráter. As cicatrizes deixadas pela solidão no psiquismo do adolescente, distanciam-no das suas raízes familiares destruindo, na maioria das vezes, uma construção psíquica e cultural proposta desde os primeiros dias da infância, pelos pais e pela sociedade a qual pertence.

Entretanto, o sentimento de solidão pode estar presente em qualquer lugar ou situação. Ocorre até mesmo durante uma festa com os amigos, no trabalho ou dentro de casa com a própria família. Pode existir o medo da intimidade, de deixar-se conhecer, de ser rejeitado, por haver timidez, incompreensão e desejo de possuir um relacionamento que muitas vezes não acontece.

Contudo, ao invés de enfrentar a solidão, há uma busca desenfreada para afastá-la, na ilusão de que algo ou alguém possa livrá-lo desse sentimento. ESSA BUSCA ACABA LEVANDO-OS a caminhos negativos e, muitas vezes, querem libertar-se através de BEBIDAS, DROGAS, ou até mesmo tornando-se dependentes de alguém próximo. Os adolescentes, muitas vezes, descrêem da sua capacidade de cuidar da própria vida emocional e esperam que os outros supram suas necessidades; e estes, por sua vez, sentem-se sufocados e tendem a se afastarem ainda mais destes jovens.

O ADOLESCENTE, muitas vezes, SE PERCEBE COMO alguém desinteressante e incapaz de contribuir com algo positivo ou construtivo.

A indecisão entre a vontade da independência e o medo da responsabilidade, faz com freqüência exigências e reivindicações ambivalentes. O adolescente sente-se inseguro em papéis que não lhe correspondem, percebe imposições intoleráveis, sente alteradas as suas mensagens e suas exigências.

Na adolescência com todos esses conflitos É MUITO COMUM que o jovem entre em DEPRESSÃO.

Os PRINCIPAIS SINTOMAS DA DEPRESSÃO NA ADOLESCENCIA são a irritabilidade, instabilidade, crises de explosão, raiva e graves problemas de comportamento, sendo esses bastante sérios, e uma vez não diagnosticados no início, podem provocar sequelas graves.

ENTRE AS TANTAS FASES DO DESENVOLVIMENTO HUMANO, A ADOLESCÊNCIA É A MAIS CONFLITANTE. Inicia-se por volta dos dez ou onze anos, estendendo-se até a pós-puberdade, que tem sua conclusão aproximadamente aos vinte anos, DAÍ A IMPORTÂNCIA DA PSICOTERAPIA NESSA FASE.

Psicóloga Joselaine Garcia
CRP/RS 18.433

Psicóloga Clínica e Hipnóloga Clínica

Formação em Hipnose Condicionativa
Formação em Hipnoterapia  cognitiva
Especialista em Docência Universitária

Membro do Latin American Quality Institute
B L O G U E I R A -    Blog: http://joselainegarcia.blogspot.com.br/
Colabora regularmente com a imprensa escrita, rádio e televisão.

Psicóloga laureada com diversos prêmios: Internacional, Nacional e Estadual 

Rua Barão do Rio Branco 1701, sala 101, Cruz Alta/RS  |  Fone : 55.9167-7928