sexta-feira, 11 de março de 2011

MÁQUINAS DE CAMISINHA NAS ESCOLAS

A inovação tecnológica – e na prática da educação sexual – faz parte do projeto piloto do Programa Saúde e Prevenção nas Escolas (SPE), realizado pelos ministérios da Saúde e Educação, para reduzir a vulnerabilidade de adolescentes e jovens às doenças sexualmente transmissíveis (DST), à infecção pelo HIV e à gravidez não-planejada. Serão fornecidos preservativos masculinos, com duas opções de largura....o Projeto estava previsto para entrar em vigor em janeiro de 2011

A ideia, explica a assessora técnica do departamento de Doenças Sexualmente Transmissíveis e Hepatites Virais do Ministério da Saúde Ellen Zita, é “atender às necessidades dos adolescentes” e fazer com que a escola seja um canal de enfrentamento aos problemas sociais vividos pelos jovens. “O que for necessidade do adolescente deve ser atendido. A escola tem condições de abrigar e distribuir o preservativo.”


 A polêmica que gira em torno da instalação de máquinas para distribuição de camisinhas nas escolas públicas diverge opiniões entre estudantes, pais e educadores. 


Ao meu ver é um projeto importante, mas que não deveria ser implantado antes de se ter feito um trabalho com pais e professores. Eles precisam ter cabeça aberta sobre isso, sexo ainda é tabu na nossa sociedade.

Acredito que exista pouca informação para que essas máquinas sejam implantadas, é imprescindivel se trabalhar as bases para que a operação seja bem sucedida.

A educação sexual hoje na rede escolar não é feita de forma adequada, existem muitas barreiras a serem vencidas....

Mais uma vez somos vítimas da Sindrome do Avestruz " bateremos nos efeitos, mas fugiremos das verdadeiras causas".

AIDS, DSTs, Gravidez na adolescencia.....que estão muito além de uma simples camisinha....mas para nossos governantes o que não tem remédio, remediado esta!

O que for necessidade do adolescente deve ser atendido (Ellen Zita)....SERÁ QUE POR TRÁS DE TAIS NECESSIDADES NÃO HÁ PROBLEMAS MAIORES??? SERÁ QUE ESSA VULNERABILIDADE NÃO É CONSEQUÊNCIA DE NECESSIDADES BEM MAIS SERIAS????.....é mais fácil tapar o sol com a peneira, como diz o ditado popular!

É IMPRESCINDIVEL UM OLHAR MAIS APURADO...UMA LEITURA DO QUE ESTÁ POR DE TRÁS da vulnerabilidade de adolescentes e jovens às doenças sexualmente transmissíveis (DST), à infecção pelo HIV e à gravidez não-planejada, é mister, como diz Herbert de Souza, ver o fio condutor dos acontecimentos.

Joselaine de Fátima G. Garcia
Psicóloga, CRP07/18433
Especializando em Docência Universitária
Consultório Psicológico em Cruz Alta/RS
Rua Barão do Rio Branco 1701, sala 101
Fone (55) 9167-7928