sexta-feira, 13 de março de 2015

A DEPRESSÃO ATINGE TODOS, MAS COM FORMA E FORÇA DIFERENTES

ADOLESCENTES 
Pelo menos 5% dos adolescentes sofrem depressão - o que é agravado pela dificuldade em saber o que é comum nessa fase de mudança de personalidade e o que é questão psiquiátrica.

MULHERES 
A depressão é duas vezes mais comum entre elas que entre eles, por motivos tanto biológicos quanto sociais e psicológicos. Além de os níveis flutuantes de estrogênio e progesterona terem efeito nítido no humor, a mulher sintetiza serotonina mais lentamente que os homens. Por outro lado, elas têm mais probabilidade de ser vítima de abuso, de ter menor instrução, de viver subordinadas e de se preocupar demasiadamente com os filhos.

HOMENS 
Por outro lado, homens têm 4 vezes mais probabilidade de se suicidar. Como as culturas ocidentais consideram "feminino" admitir fraquezas, deprimidos tendem a, em vez disso, ficar frustrados, irritados e às vezes agressivos. É comum buscar a saída no álcool e nas drogas. 

HOMOSSEXUAIS 
Richard Herrell conduziu em 1999 um estudo com 103 duplas de irmãos gêmeos de meia-idade em que um era homossexual, e outro, heterossexual. Entre os heterossexuais, 3,9% já haviam tentado se matar; entre os homossexuais, a proporção subiu para 14,7%. A explicação mais óbvia para essa alta taxa de depressão entre os gays é a internalização da homofobia.


Fonte: Revista Super Interessante – abril 2011

Psicóloga Joselaine Garcia
CRP/RS 18.433
Psicoterapia de orientação psicanalítica
Hipnoterapeuta Condicionativa e Cognitiva
Pós Graduada em Docência Universitária
Membro do Latin American Quality Institute
Psicóloga laureada com prêmios a nível: Internacional, Nacional e Estadual 
Blog: joselainegarcia.blogspot.com
Consultório de Psicologia - Rua Barão do Rio Branco 1701, sala 101
Cruz Alta RS, 
Contato: (55) 9167-7928