segunda-feira, 28 de novembro de 2011

A IMPORTÂNCIA DO BRINCAR NO DESENVOLVIMENTO INFANTIL

Talvez poucos pais saibam o quanto é importante o brincar para o desenvolvimento físico e psíquico do seu filho. 

Ao contrário do que muitos pensam o brinquedo não é uma simples recreação ou passatempo, mas a forma mais completa que a criança tem de se comunicar consigo mesma e com o mundo.

Através do brincar a criança está conhecendo o mundo, os movimentos e as reações, tendo assim subsídios para desenvolver atividades mais complicadas no futuro.

Por meio do simbólico jogo da brincadeira, a criança irá compreender o mundo ao seu redor, por exemplo:
Com as brincadeiras de correr, pular, a criança estará testando suas habilidades físicas.
Durante a brincadeira, ao assumir o papel de policial, médico, professora, etc, ela estará reconhecendo funções sociais.
Com os jogos aprenderá regras, e a colher os resultados positivos ou negativos dos seus feitos (perder, ganhar, cair), assimilando o que deve ou não repetir nas próximas vezes (ter mais calma, não ser teimoso).
A aprendizagem da linguagem e a habilidade motora de uma criança também são desenvolvidas durante o brincar.

Também é na magia do brinquedo que ela desenvolve a autoestima, a imaginação, a confiança, o controle, a criatividade, a senso – percepção, a cooperação e o relacionamento interpessoal, permite ainda, aprender a lidar com as emoções, brincando a criança realiza e exterioriza suas angustias seus desejos e suas realizações.

É através do brincar que a criança representa a realidade à sua volta, e com isso vai construindo seus próprios valores, ideias e conceitos.

O desenvolvimento da criança acontece através do lúdico. Ela precisa brincar para crescer.

A ação de brincar e o interesse da criança envolve sua faixa etária, seu desenvolvimento sócio afetivo, seus hábitos culturais.

Brincar é indispensável á saúde física, emocional e intelectual da criança.

Papai, Mamãe! as crianças precisam mais de sua presença do que de seus presentes!

Adultos também brincam!
É emocionante imaginar que estes momentos entre pais e filhos podem ser recheados de afagos, longos abraços, brincadeiras inventadas e brincadas junto. Estes momentos de leveza permitem, sem dúvida, resgatar o significado do brincar no processo de desenvolvimento geral do ser humano, estimulando e fortalecendo a integração físico-psicossocial.

 Este texto é parte de um texto que escrevi para uma matéria no Jornal Diário Serrano, edição do dia 12 de outubro de 2011.

Joselaine de Fátima G. Garcia
Psicóloga, CRP07/18433
Pós Graduada em Docência Universitária
Consultório Psicológico em Cruz Alta/RS
Rua Barão do Rio Branco 1701, sala 101
Fone (55) 9167-7928


O adoecimento emocional tem um alto custo, individual e social. Pode causar mortes, ou ocasionar depressões, ansiedades, irritações, insônia e agressividade. Assim como sabotar relacionamentos, destruir famílias, causar perdas de emprego. Precisamos de coragem e humildade para procurar ajuda, de um psicólogo e/ou psiquiatra, quando necessário.