segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

VITIMAS DE SANTA MARIA - HOJE É A DOR FÍSICA, AMANHÃ A DOR EMOCIONAL


Grandes traumas como a tragédia de Santa Maria, pode desenvolver nas vitimas sobreviventes, nos familiares, voluntários e nas pessoas que de forma indireta acompanharam todo o drama sérios problemas psicológicos como transtorno de ansiedade, transtorno de Stress pós traumático e o fenômeno conhecido como 'culpa do sobrevivente' que, segundo especialistas, merece cuidado, já que pode até levar ao suicídio.

Vitimas sobreviventes da tragédia de Santa Maria podem desenvolver transtornos psicológicos similares aos que são vivenciados por sobreviventes de guerras. Os sobreviventes do incêndio viram amigos e parentes morrerem, assim como soldados que perdem colegas no campo de batalha.

Segundo o psiquiatra Luiz Carlos Coronel, diretor-secretário da Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), estudos mostram que, especialmente em populações muito vulneráveis, é comum surgirem problemas mentais após um acontecimento dessa proporção. O psiquiatra frisa que, agora, é importante também cuidar dos outros: "O grande trabalho é prevenir estes transtornos no que chamamos de segunda onda, ou seja, os familiares e profissionais envolvidos, para que eles não adoeçam".

Pessoas que sobrevivem a desastres ou sequestros, perdem um ente querido de forma abrupta e violenta, voltam de um campo de batalha ou trabalham salvando vidas são as mais propensas a sofrer de transtorno do estresse pós-traumático (TEPT). Estudos mostram que de 10% a 50% podem desenvolver o transtorno do estresse pós-traumático após um evento dessa magnitude.

É imprescindível, também, ficar atentos, não somente aos envolvidos, mas também nas que estiveram naquele local ou que viram as imagens pela televisão, pois elas também podem ter TEPT (o transtorno do estresse pós-traumático), pois o cérebro mistura real e virtual. São pessoas com pré-disposição. Isso aconteceu muito nos Estados Unidos após os atentados do 11 de setembro"

Os sintomas do TEPT pode aparecer mesmo seis meses depois do trauma. A pessoa fica anestesiada por um tempo e, depois, vem o famoso ‘cair a ficha.

SINTOMAS COMUNS DO TRANSTORNO DO ESTRESSE PÓS-TRAUMÁTICO

Angústia – Ansiedade - Embotamento emocional – Esquivação – Excitabilidade -  Evitar pessoas e lugares - Falta de apetite - Falta de concentração - Insônia - Hipervigilância - Lembranças involuntárias - Medo de sair à rua - Medo fóbico - Pesadelos - Resposta de sobressalto – Revivência - Sonhos de repetição


Fonte: http://noticias.uol.com.br/saude/ultimas-noticias/redacao/2013/01/30/sobreviventes-familiares-e-profissionais-envolvidos-em-tragedia-podem-desenvolver-disturbios-psicologicos-serios.htm



Drª JOSELAINE GARCIA
Psicóloga e Hipnóloga
CRP 07/18433 e SIAHC 1488
Pós Graduada em Docência Universitária
Hipnóloga credenciada ao Instituto Brasileiro de Hipnologia e
Membro da Sociedade Ibero-Americana de Hipnose Condicionativa
Consultório Psicológico em Cruz Alta - RS

_______________________
Prêmios recebidos

Psicóloga Destaque Nacional, Prêmio Master Nacional Integrado 2012, conforme pesquisa da Empresa Master Pesquisas.
* Psicóloga Destaque Municipal 2012, no município de Cruz Alta/RS, Conforme pesquisa da Empresa Exclusiva Pesquisas.
* Consultório de Psicologia destaque na Região Sul do Brasil(RS, PR, SC), Prêmio Master Sul Brasil 2012, conforme pesquisa da Empresa Master Pesquisas.
Consultório de Psicologia destaque Estadual, Prêmio Master Estadual 2012, conforme pesquisa da Empresa Master Pesquisas.
Psicóloga Destaque Estadual 2012, Troféu Master Estadual 2012, conforme pesquisa da Empresa Master Pesquisas.
Psicóloga Destaque Municipal 2012, no município de Cruz Alta/RS, Conforme pesquisa da empresa Ouro Pesquisa e Publicidade.
Psicóloga Destaque Municipal 2011, no município de Cruz Alta/RS, conforme pesquisa da Empresa Sul Pesquisas.