quarta-feira, 17 de novembro de 2010

TRANSTORNOS ALIMENTARES

Transtornos Alimentares - são todos aqueles que se caracterizam por apresentar alterações graves do comportamento alimentar, que podem levar ao emagrecimento excessivo ou a obesidade.

 
Os mais comuns são: Anorexia, bulimia, compulsão alimentar

ABORDAREI NESTA POSTAGEM MAIS ESPECIFICAMENTE A ANOREXIA E BULIMIA, A COMPULSÃO ALIMENTAR SERÁ ABORDADA EM OUTRA POSTAGEM

 
Anorexia:

A anorexia não é uma mania, nem um comportamento: é uma doença, uma doença caracterizada por uma perda voluntária de peso, motivada por um desejo patológico de emagrecer aliada a um medo intenso de engordar.  

A perda de peso é conseguida através dos mais diferentes comportamentos: Redução da alimentação, especialmente com relação aos alimentos que contem um maior numero de calorias, exercício físicos intensos, utilização de medicamentos (redutores do apetite) e/ou laxantes/diuréticos, Vômitos provocados.

Desta forma, se produz uma desnutrição progressiva, aliada a transtornos físicos e mentais que podem ser muito graves, inclusive levando a morte.



Os pais devem ficar atentos aos seguintes sinais:

  • Peso muito abaixo do normal para a idade;
  • Imagem distorcida de si (sindrome do espelho invertido) a pessoa se vê muito gorda, embora esteja magérrima;
  • Dietas muito radicais, a pessoa anorexica passa a comer muito pouco ou nada come;
  • Sempre dizem que não estão com fome;
  • Dificilmente sentam-se a mesa com a família para as refeições;
  • Comem muito devagar e picam muito bem os alimentos;
  • Seus assuntos principais são: dietas e alimentação;
  • Fazem muito exercicio físico, muitas vezes na madrugada;
  • Isolamento da familia e amigos
  • Frio excessivo
  • Sono excessivo
  • Lanugo (o corpo fica coberto com uma penugem fina)
  • Amenorréia (falta de menstruação) pelo menos 3 ciclos
  • Queda de cabelo  
  • Mudanças bruscas de humor (irritabilidade, agressividade, impulsividade).Também pode passar por momentos de muita tristeza, apresentando sentimentos de culpa e baixa auto-estima
  • Mentem sobre ter ou não comido, podem “esconder” a comida e depois joga-la fora.
  • Insônia  
  • Podem começar a apresentar problemas de relacionamento com outros membros da família, especialmente a figura materna (ligada à alimentação).
  • dissimular os supostos defeitos físicos (quadris largos, abdômen, etc.).Posteriormente sua
  • Freqüentemente se vestem com roupas largas e sobrepostas, cuja função a principio é função passa a ser a dissimulação da magreza extrema. Tem dificuldade em se vestir e escolher roupas, sempre buscando esconder o seu corpo cada vez mais magro, sob camadas de roupas, ex: calças de moletom, embaixo das calças jeans.

 
Bulimia:

ingestão compulsiva de alimentos em curto espaço de tempo, alterando com comportamento purgativo como vomitar, tomar laxantes, diuréticos, etc.
Os episódios compulsivos são sempre seguidos de culpa, ou seja, sensação de culpa e vergonha.

Uma pessoa com bulimia poderá checar seu peso e forma de maneira obsessiva. Esta "checagem" pode se manifestar através de pesagens freqüentes (varias vezes ao dia), observação de si mesmas no espelho, e medição de varias partes do corpo com fitas métricas ou com as próprias mãos. Para as bulimicas, a auto estima esta diretamente vinculada ao seu peso e forma  corporal. 
As complicações medicas mais comuns da bulimia incluem arritmias cardíacas, sangramentos do esôfago, distúrbios eletrolíticos, problemas gastrintestinais e dentais. As complicações medicas da bulimia podem ser tão severas quanto as da anorexia. Da mesma forma que a anorexia, a bulimia pode levar a morte,  se não tratada de maneira adequada.


 
Sintomas mais comuns:

  • Compulsão alimentar em média 2 vezes na semana, ingere grande quantidade de alimentos num periodo muito cuto de tempo;
  • Sentimento de incapacidade de parar de comer
  • Comportamento compensatório com o fim de evitar o aumento de peso (vomito induzido, ingestão de laxantes, etc)
  • Mudança no estado de humor - irritabilidade, agressividade, apatia, depressão, tristeza, sentimento de culpa, ódio de si.
  • Inchaço das glândulas parótidas (como se estivesse com caxumba). Devido aos vômitos provocados.
  • Perda de dentes (devido ao acido dos vômitos)
  • Vômitos provocados (geralmente logo depois das refeições ou durante o banho). Ficar atento para aquelas que logo após se alimentarem vão ao banheiro.
  • Calos no dorso dos dedos, principalmente indicador.Essas calosidades são chamadas de sinal de Russsell, que as descreveu em 1979. (o uso constante dos dedos para provocar os vômitos provoca lesões devido ao atrito com os dentes)
  • Desmaios e fraqueza, devido ao uso de laxantes e diuréticos que provocam um desequilíbrio eletrolítico (perda de sais minerais como potássio).  

Importante:

A presença de um ou mais sinais não indica necessariamente que a pessoa sofra de algum tipo de distúrbio alimentar.  Por isso não rotule antecipadamente.

Observe sua filha(o) durante um tempo antes de tomar conclusões precipitadas. Caso você não perceba alterações no quadro, procure um profissional.